7 dicas para aumentar suas vendas na Internet

 

As vendas pela Internet já são uma realidade há décadas, praticamente todos os segmentos de mercado existentes no mundo já usam o mercado digital para divulgar e vender seus produtos e serviços.

Porém, muitas empresas ainda investem apenas no básico, um site informativo e páginas de redes sociais repercutindo textos sobre os produtos e promoções, e a complexidade do mercado atual mostra que este nível de investimento digital está longe do ideal.

Para garantir uma ótima visibilidade, surgir como referência no segmento, achar e ser achado por mais clientes e também vender mais, é preciso investir em outros recursos, e isso tem duas ótimas notícias: aumentará muito o alcance da sua marca e custa muito menos do que imaginamos.

A notícia ruim? Não tem!

Vamos falar de 7 dicas para aumentar suas vendas na Internet.

O Marketing Digital é o seu grande aliado para vender mais na Internet

Conforme você poderá ver, o Marketing Digital está presente em todas as dicas que apresentamos. Este conjunto de estratégias, ferramentas e métricas é fundamental para atingir o sucesso no mercado digital.

Recomendamos contatar um Consultor de Marketing Digital ou uma Agência Digital para conhecer as inúmeras possibilidades e juntos escolherem as mais eficazes para o seu negócio. Mas aqui vamos falar das que abrangem todos os negócios.

Dica 1: definir claramente o seu público-alvo

Todas as ações voltadas à divulgação e visibilidade do seu produto devem ser, como primeira premissa, baseadas no público-alvo mais alinhado com as características dos seus produtos e com as suas expectativas de venda.

Desenvolver estratégias e atrairmos para o site/blog visitantes que não alinhem aos produtos pode ser extremamente frustrante e prejudicial até mesmo para captar os visitantes qualificados.

Num exemplo do dia a dia, é como abrir um bar descolado, com decoração temática em uma rua movimentada e atrairmos apenas pessoas que não comprem os produtos mais nobres. Isto pode afastar a clientela mais qualificada e prejudicar a expectativa de faturamento e lucro.

Existem diversas estratégias que permitem definir estes público qualificado na grande rede, ter inúmeras informações sobre ele e, a partir disto, criar conteúdo e propaganda alinhados com ele.

Dica 2: criar um site dinâmico e atraente

Basicamente, os negócios digitais usam a combinação site/blog, que realmente são indispensáveis no dia a dia digital. Porém, mais do que usa-los, é preciso que tenham a qualidade necessária para atingir o público-alvo dos produtos.

Um site dinâmico, com mais informações além de dados básicos e nossa linha de produtos, pode fazer uma grande diferença na relação com possíveis clientes. Um ponto forte é a qualidade de conteúdo sobre os produtos, riqueza de detalhes, linkagem com artigos do blog e sistemas de Comprar e Pagar eficientes.

Dois recursos essenciais também são o chat e o espaço para comentários para avaliar os seus produtos. É importante que os possíveis clientes vejam a opinião dos atuais dentro da sua página, isto passa uma cuidado da sua empresa com a opinião e com soluções.

Dica 3: criar um blog com conteúdo relevante e direcionado

Um grande parceiro do site é um blog com conteúdo relevante e relacionado com os produtos, sem apontar para vendas num primeiro momento.

A ideia é entregar informação qualificada que conquiste a confiança da audiência e, desta forma, possa levar o possível cliente a comprar, depois de uma sequência de etapas que chamamos de funil de vendas.

É uma experiência valiosa para a marca, porque atrai mais público à medida que as pessoas compartilham ou sugerem a sua autoridade nos temas sem o olhar apenas nas vendas.

Dica extra: Invista em sites e blogs responsivos – que sejam navegáveis em dispositivos móveis, onde a experiência do usuário cresce mais a cada dia.

Dica 4: aposte nos sites de comparação de preços

Sites como Buscapé e Bondfaro são excelentes ferramentas onde seu produto/site pode ser uma opção de compra. Muitas empresas apontam uma venda incremental grande a partir do fluxo de pessoas que chegam ao site da empresa vindas de comparativos de preço.

Um dever de casa importante é estudar em detalhes o seu posicionamento de produto e preço, para que você possa explorar diferenciais na descrição do produto, preço, condição de pagamento e outros itens.

Dica 5: aposte nas redes sociais que agreguem valor ao seu produto

As redes sociais possuem a melhor concentração de possíveis clientes e que é muito disputada. Porém, devemos concentrar naquelas que realmente agregam visual e informativamente e evitar a superexposição que anda muito em moda.

Um escritório de advocacia, por exemplo, deve concentrar-se no Facebook e no LinkedIn, enquanto uma confeitaria terá mais ganhos no Facebook e no Instagram.

Investir em uma rede que não agrega, além do custo envolvido, pode gerar frustração.

Dica 6: SEO é o seu grande aliado no crescimento digital

No mundo dos negócios digitais, não basta termos os melhores canais de comunicação, mas também nos tornarmos facilmente encontrados por nossos potenciais clientes. Se ele ainda não pensa na sua marca quando quer pesquisar sobre um produto, então é preciso que o Google faça ele chegar até você.

Isto implica em uma série de técnicas que chamamos de SEO – Search Engine Optimization e é motor de uma estratégia de Marketing Digital. Consiste em uma série de ações e métricas que visam potencializar o posicionamento da sua marca e dos conteúdos relacionados a ela nas buscas de Google e Bing, para ficar nos mais usados atualmente.

A ICAIU, por exemplo, uma grande rede de assistência técnica especializada em iPhone, usa o SEO para que seus clientes encontrem seus serviços na Internet. Quando seus clientes buscam por assistência técnica iPhone, por exemplo, eles aparecem entre os 3 primeiros do Google.

Pesquisas apontam que possíveis consumidores limitam seu tempo e busca às primeiras 10 posições da consulta feita. Portanto, é um grande diferencial para atrair clientes.

Dica 7: invista em promoções fora de época

Caso o seu produto não seja de demanda perene – livros, por exemplo – é importante investir em promoções com descontos ou bônus nas épocas de vendas baixas. Isto não só pode gerar uma renda, como também mantém sua marca viva no mercado, tendo sempre clientes atendidos, satisfeitos e recomendando.

O exemplo do ar condicionado é o melhor. Fazer promoções meses antes do clima quente ajuda a marca a ser recomendada e lembrada quando começar a procura para o verão.

 

Esperamos que estas dicas ajudem muito a aumentar as suas vendas na Internet. Sem dúvidas são as mais importantes. Sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *