Quer ganhar dinheiro na Internet com Importação? Veja essas dicas!

A abertura das importações o Brasil, nos anos 90, trouxe um benefício muito grande para a
nossa economia, promovendo uma concorrência de qualidade que mudou completamente a
forma da indústria brasileira lidar com os próprios produtos.

Os investimentos precisavam ser cada vez maiores para enfrentar as diversas marcas de
primeira linha no exterior com preços muito atraentes, mesmo com os impostos.

O resultado foi a crescente evolução da produção interna, mas os importados mantiveram a
sua atratividade:

1. A velocidade de novos produtos e mais modernos no exterior é grande e constante.
2. Novas tecnologias que por algum tempo são de fabricação exclusiva no exterior – foi o
caso dos celulares – e muitos itens não são fabricados no Brasil, alguns automóveis,
eletrônicos e roupas.

A oferta de produtos importados pela Internet é muito grande, mas uma minoria dos
consumidores tem desenvoltura e confiança para comprar diretamente. Se unirmos todos estes
fatores, temos um cenário ideal para a Importação ser um excelente negócio.
E você, quer ganhar dinheiro na Internet com Importação? Veja essas dicas.

Qual o perfil para um negócio de Importação?

Os negócios em Importação são bastante detalhados e demandam um profissional com
algumas características bem específicas:

  • Foco e gosto por processos. Importar requer uma série repetitiva de passos, do pedido
    ao recebimento, quase todos padronizados. Portanto, é essencial que o profissional
    goste e valorize a importância de processos, principalmente para seus funcionários.
  • Fluência em Inglês. É o idioma usado no comércio exterior, não é obrigatório ser fluente, mas é recomendado um nível intermediário em leitura e uma boa redação, pois são as formas de contato usadas.
  • Gosto por leitura. Importação é um setor muito dinâmico no Brasil. É preciso
    acompanhar sites de empresas e órgãos especializados.
    Quer conhecer a fundo as operações de Importação? Este curso te dá todas as repostas!

Quais os cuidados para um negócio de Importação?

São muitos, mas podemos destacar:

  • Estar atualizado. Acompanhar as políticas de importação do governo, estar
    desatualizado pode significar prejuízo numa compra e venda. Ter as melhores
    publicações sobre o assunto e literaturas oficiais.
  • Use a Internet como aliada. Na grande rede você deverá pesquisar sempre por novos
    fornecedores, produtos e oportunidades de mercado – como foram os vinhos em uma
    época. Além disto, todo o seu processo será conduzido através dela.
  • Tenha um sistema de gestão. Pode ser um dos mais simples, o essencial é ter um
    sistema que permita o controle das operações – processos de compra,
    acompanhamento de viagens, estoque, controle de resultados.
  • Avalie o regime de tributação. Certifique-se sobre o regime de tributação que você
    usará no caso de estoques físicos e vendas.

Quais produtos são ideais para um negócio de Importação?

O universo de produtos é grande e vai depender dos seus estudos sobre os itens com maior
demanda na localidade onde pretende atuar.

O importante, especialmente no começo, é definir um segmento e se especializar no processo
dele – melhores fornecedores, onde estão, políticas de compra e remessa, tributação.
Desta forma, é possível conhecer o processo padrão de Importação e ir incluindo novos à
medida que se sentir seguro.

Você pode trabalhar com produtos de diferentes nichos, o importante é conhecer bem os
detalhes de cada um – por exemplo, se o Brasil exige documentação especial para importar
suplementos alimentares.

A qualificação é fundamental para um negócio de Importação?

Mesmo para as pessoas que tenham experiência em empregos anteriores, um negócio próprio
de Importação vai exigir conhecimentos que, nas empresas, esperamos de outras áreas ou
parceiros externos (despachantes, por exemplo).

Por este motivo um Curso de Importação de qualidade é fundamental para se preparar da
melhor forma para os desafios do dia a dia.

Num curso de qualidade, são abordados diversos pontos do processo, e podemos destacar:

  • Visão do processo completo – da compra ao recebimento.
  • Documentação – de compra, faturamento, remessa e retirada.
  • Políticas de compras em países.
  • Tipos de remessas e seguros.
  • Modais de transportes.
  • Legislação brasileira.
    É importante ter os cuidados abaixo para a escolha de um Curso de Importação:

1. Pesquisar a reputação da empresa no mercado, uma opção é o Reclame Aqui.
2. Conhecer o conteúdo detalhado do curso. Neste link, você pode ver o conteúdo do
academia do importador e comparar com outros.
3. Veja se é um curso online e se tem sem limite ou por prazo definido, para comparar
com a sua disponibilidade.
O custo dos Cursos de Importação varia muito entre as diversas empresas que prestam este
serviço.
Podemos dizer que em um curso de qualidade, o investimento vale a pena, pois o retorno de
conteúdo pode ser aplicado imediatamente, trazer resultados e lucros mais rápidos.
Esperamos que este artigo tenha ajudado a tomar a decisão de investir no mercado de
Importação, que certamente trará sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *